voltar para a página principal
DIRECTÓRIO DE FERRAMENTAS DE COMUNICAÇÃO DIGITAL
Tudo para ajudar o comunicador a maximizar o plano de comunicação da empresa na World Wide Web!

Categorias principais:

Como planear a presença no Instagram?

Categoria: Planeamento » Instagram

O que é o Instagram?

Antes de mais é uma rede social, onde os utilizadores poderão partilhar as suas fotografias e vídeos. Mas tem uma particularidade: apenas funciona nos sistemas operativos Android e iOS.

Tal como outras redes sociais, cada utilizador poderá realizar interações sociais com os seus amigos. E mais,  podem partilhar o conteúdo em outras redes sociais, como por exemplo no FacebookTwitter, Flickr, Foursquare, ….

Instagram

Por onde começar?

Os elementos principais desta rede social são as fotografias e os vídeos. Então é por aqui que devemos começar a definição do nosso plano de ação.

Se pretendemos usar o Instagram para partilhar fotografias, então devemos antes de mais aprender algumas dicas:

  • Deixar claro para o utilizador qual o assunto principal da fotografia. Quando não temos definido este ponto, o resultado é uma imagem pouco interessante,
  • Por outro lado quando existe vários focos de atenção, adicionamos complexidade à fotografia, pois requer mais tempo e concentração por parte do utilizador.
  • Evitar que o ponto de interesse da fotografia fique posicionado no centro. Normalmente, a regra dos terços  é a primeira técnica que se aprende em cursos de fotografia. Se dividirmos o nosso espaço de visão em nove partes iguais, duas linhas horizontais e duas verticais, o elemento visual deverá estar na interseção das linhas!
  • Se estamos a fotografar de frente, deve-se nivelar na horizontal de modo a evitar a sensação de  incómodo no utilizador pelo facto de estar “torta”.
  • Escolher o ponto de vista a partir do qual fotografamos o elemento visual principal.  E se optarmos por perspetivas diferentes com as quais não estamos acostumados a ver no nosso dia-a-dia com os nossos olhos, poderá ser uma estratégia interessante!

Mas quem está por detrás da conta?

Em primeiro lugar, o perfil deve estar definido como público e não privado, se pretendemos visibilidade. Em segundo lugar, o potencial seguidor deve saber quem é o utilizador. E uma descrição completa para os utilizadores ajuda a poder reconhecer facilmente, e é a primeira coisa que as pessoas vão ver. Ou seja, quem é o emissor?

E o que o público-alvo (seguidores) quer ver?

Uma coisa é uma conta com objetivos pessoais, e outra é uma conta que funciona como uma extensão de uma marca. Será? Hoje já se fala muito de marketing pessoal, e talvez seja a altura de aproveitar os ensinamentos do marketing para os aplicar ao nível mais pessoal. Não concorda?

Enfim, teremos que obter uma resposta clara e objetiva para esta questão.

Que estratégias/ações deverá ser realizada para manter o relacionamento com os seguidores (interações sociais)?

São as mesmíssimas coisas que um bom relações públicas deverá fazer no mundo offline!

Não nos podemos esquecer que as fotografias são o foco do Instagram, e tudo o resto gira à volta deste tipo de conteúdo. Obviamente que deveremos apostar nas fotografias, seguida da geração de conversa com os seguidores, à semelhança de outros espaços sociais, sejam eles virtuais ou físicos como o café.

E o que motiva o seguidor a estar com o ouvido colado à sua conta?

Para que as pessoas interajam é necessário que existe uma motivação, é necessário que aquilo  que se ofereça seja a solução para o problema de quem nos segue, é necessário que aquilo que vai encontrar faça parte do alimento para alcançar o sonho,…

Pensar bem nesta questão.

E agora antes de publicar fazer…

1. Escrever uma descrição que esteja de acordo com a fotografia. Costuma-se falar à boca cheia que uma imagem vale por mil palavras. Será? Mesmo sendo verdade, não poderemos colocar uma legenda alusiva à imagem? Ou então acrescentar algo contextualizado com a fotografia?

2. Escolher as hashtags

As hashtags servem para permitir que a fotografia possa ser visualizada mais facilmente (?). Funciona como palavras-chave, é uma forma de classificação da fotografia. Mas que hashtags escolher? Quanta devo usar? Uma, duas, três: ok. Mais poderá ser interessantes de vez em quando, mas acrescenta muita confusão à mensagem que pretendemos transmitir.

Mas acima de tudo, as hashtags usadas devem estar relacionadas com o assunto/mensagem que a fotografia transmite.

Voltando à questão da escolha das hashtags, a ferramenta  Webstagram pode ajudar! Podemos, para determinada hashtag obter o número de fotos que estão associadas. E se existir muitas, isso diz-nos que existe muitos utilizadores que conhecem essa hashtag. Logo muitos utilizadores estão interessados nessa hashtag. Mas, quando o utilizador pesquisa fotos associados a essa hashtag, muitas fotografias vão aparecer, ou seja, a concorrência é feroz!

Então, o que fazer? Encontrar hashtags mais especificas? Por exemplo, ao invés de usar a hashtag #happydays, usar a hashtag #alldaysarehappydays?  Pois, agora estamos no outro extremo! Claro que nem tanto ao mar nem tanto à terra, no meio está a virtude. Mas atenção: onde está o público-alvo? Se o nosso público-alvo, que poderá ser um pequeno grupo, usa a hashtag #alldaysarehappydays, então devemos usar essa hashtag! Confuso? Sim! Então o próximo passo será fazer experiências, pois uma característica que a Web nos oferece é a possibilidade de testar e obter imediatamente os resultados! Portanto, devemos experimentar!

Mas atenção, demos também usar hashtags únicas! por exemplo quando estamos a implementar no terreno uma campanha de marketing em particular, pois deste modo tanto promove  a campanha  e permite a fácil monitorização.

Lembre-se, você não pode colocar mais de 30 tags em nenhuma foto. E as hashtags podem estar misturadas na legenda.

Quando publicar?

Se usar o Iconosquare  poderá facilmente gerir a sua conta, e perceber o melhor horário para interagir com os seguidores. Claro que testar é a base para encontrar a hora certa, que corresponde ao momento em que os seguidores estão ativos e a interagir com a rede social. E muitas das vezes o melhor horário para as outras contas não é o melhor horário para a minha conta.

Monitorizar é obrigatório

Monitorizar sempre para saber a todo o instante os resultados obtidos pra cada fotografia, e a situação da conta. è importante estar sempre atento para: 

  • As fotos que receberam maior número de likes;
  • Acesso às hashtags mais utilizadas;
  • Filtros mais utilizados;
  • Seguidores mais ativos;
  • Seguidores conquistados e perdidos;
  • Utilizadores que seguimos, mas não nos seguem;
  • Seguidores com os quais mantemos maior relacionamento;
  • Total de fotos publicadas;
  • Likes e comentários recebidos;
  • Indicadores com melhor horário para atualização de fotos;
  • Os filtros que têm maior impacto.

E uma das ferramentas mais interessantes é o Iconosquare. É das ferramentas que está à mais tempo no mercado, e oferece com soluções gratuitas.

Instagram stats   Iconosquare

… e por fim, interaja!

Ficar sentado a pensar unicamente em postar fotos, não é seguramente a solução. É necessário interagir com os seguidores e outros que não o sejam. É preciso fazer interações sociais- gostar, comentar, convidar … E claro, usar as outras redes sociais para republicar as fotografias, maximizando deste modo o alcance.

Ter em atenção:

Mobilidade: O utilizador do Instagram usam o seu smartphone! Ele está em qualquer local a qualquer instante!

Simplicidade:  O foco são as imagens!

Personificação: As pessoas adquirem uma personagem nas redes sociais, projetando pedaços das suas vidas, envoltos naquilo que querem ser.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *